O Mar!
Cercando prendendo as nossas Ilhas!
Deixando o esmalte do seu salitre nas faces dos pescadores,
roncando nas areias das nossas praias, batendo a sua voz de encontro aos montes,
… deixando nos olhos dos que ficaram a nostalgia resignada de países distantes …
… Este convite de toda a hora que o Mar nos faz para a evasão!
Este desespero de querer partir e ter que ficar! …
— Poema do Mar, Jorge Barbosa

2018 – ANO DE AUGUSTO MESSIAS DE BURGOS

Propriamente neste 12 de julho de 2018, pela passagem de seu singular sesquicentenário, dedicamos ao espírito do Senhor Augusto Messias de Burgos, o nosso mais singelo respeito e homenagem por seu contributo a humanidade através de nossas irradiações de bem querer!

Grande Foco! Vida do Universo!
Aqui estamos a irradiar pensamentos às Forças Superiores para que a luz se faça em nosso espírito, e tenhamos consciência de nossos erros, a fim de evitá-los e nos fortalecer para praticar o bem.

“AD PERPETUAM REI MEMORIAN”
Visite Memorial Augusto Messias de Burgos
NOSSA HOMENAGEM DE GRATIDÃO
AO CABO-VERDIANO
AUGUSTO MESSIAS DE BURGOS
POR OCASIÃO DE SEUS 150 ANOS
NOSSA LEMBRANÇA
POR SUA PROFÍCUA PASSAGEM
PELAS NOSSAS ILHAS EM 1911
1868 – 2018

O caminhar de Augusto Messias de Burgos

- I -

No éter, Vieira escreveu a ação,
Augusto iniciou sua nova ação,
Cabo Verde a sua nova nação,
Partiu de Mindelo, para sua ação,
Agora em Santos, foi o elo da união,
Vieira, Thomaz e Mattos, elos da missão,
Podia mais, lhe deram muito mais ação,
Missão de um Messias, excelsa missão.


De Vieira recebeu confiança na missão,
De Mattos a corrente fluídica em ação,
De Thomaz apoio à fome dizer não,
Só um ser fiel autêntico e decente,
Poderia levar a cabo tal presente,
Uma missão de autêntica elevação,
Augusto, sua presença fez a diferença,
Ao levar alimentos aos famintos da nação,
Gerou luzes à nova nação.

Entre ilhas, esgotado, saudoso da família,
Não podia decepcionar o benfeitor da ação,
Chorou e sentiu-se pequeno diante da ação,
Entre lágrimas, navegou, entre tantas águas,
Entre ilhas, esgotado descansava no porão,
Entre lágrimas, a ação era de grão em grão,
Numa segunda ação Augusto foi elo da união,
Entre duas novas nações, irmãs numa só ação,
Evoluir o mundo com a espiritualidade em ação.

Há 100 anos, a ação,
Abriu portas para a razão,
O benfeitor foi feliz na doação,
Alimentos, transporte e distribuição,
O benfeitor cantou o valor da boa ação,
Augusto entregou cada grão, era a doação,
Augusto carregou e descarregou cada grão,
Augusto, fiel ao benfeitor da boa doação,
Exausto, assim cumpriu toda a missão.


- II -

Augusto retornou após sua missão,
Esperançoso em voltar à nova nação,
Momento de expandir a luz da evolução,
Nunca se soube o motivo de sua exclusão,
No tempo da nova razão teve sua decepção,
Augusto foi tolhido entre as cismas da doação,
Augusto foi exato ao entregar grão por grão,
Augusto, afastado, não reviu a nova nação,
Augusto, afastado, destroçado após sua ação.

Entrementes, nosso Augusto deixou sementes,
Teixeira e Morazzo eram sementes diferentes,
Teixeira, semente esmagada por oponentes,
Morazzo, terreno fértil de novas sementes,
O apagão parou 15 anos na nova nação,
O apagão foi tempo para a nova razão,
Pois Mattos, ainda codificava a razão,
Em 1927 Morazzo reiniciou a razão.


- III –

Assim, tudo tem elos de conexão,
Após 100 anos há luz sobre o apagão,
Hoje o benfeitor, feliz entende a doação,
Vê a ação com clarividência, só vê evolução,
Augusto sublime nas luzes recompôs seu efeito,
Restituído seu respeito reluziu seu conceito,
No éter, Augusto nunca deteve sua ação,
No éter, inspirou e elevou a muitos,
No éter, Vieira reescreve a ação,
A corrente fluídica expandirá,
A nova nação mais alçará,
Ladeado por muitos,
A ação continuará.
_________________
Este texto é resultado de pesquisas e tem como objetivo contribuir no esclarecimento de possíveis pontos não abordados na caminhada de lutas e reveses de algumas pessoas, que participaram na construção da filosofia espiritualista dedicada à humanidade, fundada pelos Senhores Luiz de Mattos e Luiz Alves Thomaz.
_________________

CONVITE



Casa-Chefe Rio de Janeiro
A todos os que sofrem com as decepções e reveses da vida ou aqueles que vivem num momento de bonança, convidamos a conhecerem a nossa filosofia espiritualista Racionalista Cristã, bem como os benefícios da corrente fluídica em uma de nossas reuniões públicas.
A entrada é franca e todos são bem-vindos!

Dias:
2as, 4as, e 6as feiras – das 20:00h às 21:00h
A entrada é permitida entre 19:20h até as 20:07h
Consulte o endereço que mais lhe convém e horários:
Ou tire suas dúvidas:

Visite nossa Filial Amsterdam
a entrada é franca e todos são bem-vindos!
Korte Koningsstraat, 31
Amsterdam - Holanda
Poderá gostar de conhecer: